Recommend
3 
 Thumb up
 Hide
4 Posts

Battlestations» Forums » Reviews

Subject: A portuguese in the outer space rss

Your Tags: Add tags
Popular Tags: [View All]
Manuel Pombeiro
Portugal
Sao Joao do Estoril
flag msg tools
badge
Avatar
mbmbmbmbmb
CRONOLOGIA

2106 – Finalmente toda a raça humana une-se sob a mesma bandeira dos Estados Unidos da Terra, quando os Estados Unidos da América anexam a União Económica Europeia. É garantido a cada país anexado os previlégios de membro de pleno direito, criando-se assim o precedente para a posterior República Universal.

2111 – O vôos espaciais tripulados são abandonados, por serem considerados demasiado perigosos.

2122 – É desenvolvida a tecnologia que permite capturar num instante toda a complexidade da rede de neurónios (vulgo, o cérebro) pelo Dr.Lindstrom . Este processo é usado para criar clones teóricamente com uma cópia integral da mente do sujeito clonado. Lindstrom clona-se a si próprio durante as experiências. Inexplicavelmente os clones não se activam. Numa trágica ironia do destino, o Dr.Lindstrom (o homem que iria viver para sempre) entra em falência e comete suícidio.

2122 – Algumas semanas depois da morte de Lindstrom é passada uma ordem de tribunal para que se desligue e desmanche o seu laboratório. Trabalhadores descobriram então que o clone do Dr. tinha morrido no seu recipiente de incubação. Ao que parece, tinha acordado no instante em que o mesmo se suicidava.

2122 – Diversas teorias são apresentadas, mas as mais consistentes têm como ponto comum o considerarem que a natureza única da alma humana seja a razão que impede que não possa existir ao mesmo tempo mais do que uma cópia da mesma pessoa. Algumas religiões desfazem-se em fanicos. Outras religiões entram em guerras; inicia-se a 5ª Cruzada.

2122 – A tecnologia de clonagem (também chamada de reencarnação) é inventada. De inicio só os muito muito ricos é que a podiam pagar. Conforme o preço começou a descer, alguns partidos começaram a colocar limites à reencarnação com medo de uma explosão populacional. Apenas quem tivesse profissões de risco ou cargos importantes é que era permitido clonar. Foi negado o direito de clonagem aos criminosos convictos.

2127 – (finalmente mudou-se de ano!!) Das cinzas da 5ªCruzada nasce a nova religião Animismo. A sua premisa principal é a santidade da alma.

2133 – Livres do medo da morte, a exploração do espaço pelos humanos recomeça.

2146 – Naves humanas começam o processo de terraformação de Marte e das luas de Júpiter.

2157 - Motores que permitem viajar mais depressa que a luz (FTL) são inventados numa Universidade no Sudão. Os humanos começam a lançar-se com um grande impeto na descoberta do Espaço. As naves humanas são construídas com misseis e canhões de energia a bordo, porque nós vimos em paz mas estamos preparados para qualquer coisa. Os motores FTL reduzem as distâncias entre estrelas de décadas a meses.

2170 – Novos mundos são descobertos e colónias humanas começam a florescer.

2234 – Os humanos atravessam as nuvens de Tentac e descobrem o mundo do Tentacs. A ciência Tentac é extremamente avançada em relação à humana (salvo o pequeno lapso que nunca voaram e nunca olharam para além da camada de núvens que cobre o seu mundo). Existe uma pequena parábola de Tentacs que diz que quando os humanos apareceram, metade dos Tentacs voltaram-se para a outra metade e disseram “Pois...acho que tinhas razão.”

2234 – Os humanos convidam os Tentacs a criar uma aliança que ficará conhecida com a República Galactica. Os Tentacs concordam, principalmente porque tem pena dos humanos. Como pedra basilar da sua fundação a República Galactica tem como base a partilha de todo o conhecimento.

2235 – Descobre-se que os Tentacs (e de facto, toda a vida inteligente) são clonáveis. Os Tentacs não ficam muito impressionados com esta tecnologia.

2240 – A ciência dos Tentacs consegue aperfeiçoar os motores FTL (criando os hipermotores) que reduzem em várias ordens de grandeza o tempo necessário às viagens espaciais. A viagem no espaço tal como a conhecemos hoje, nasce.

2248 – A terraformação no Sistema Solar é practicamente abandonada uma vez que é mais fácil descobrir planetas prontos a colonizar do que continuar projectos de terraformação que durarão séculos a concluir. Colónia assim inacabadas são presa fácil de piratas e são saquedas.

2257 – É descoberto o mundo dos Xeloxs. Os Xeloxs juntam-se á República Galactica. Os Xeloxs começam um programa de colonização “agressivo” (coff coff).

2260 – É descoberto o mundo dos Zoallans. A Rainha Zoallan junta-se à República Galactica.

2265 – O código guerreiro dos Xeloxs, agora engrandecido pela tecnologia de clonagem e pelas espectaculares novas armas espaciais, leva à primeira das “divertidas” guerras. As guerras são combatidas com recurso apenas a naves superfulas, e com tripulantes clonados. É caro mas que grande entretenimento que estas guerras são!! Os Tentacs oficialmente não integram estas guerras, mas muitos cidadãos Tentacs vendem os seus serviços como mercenários.

2285 – O mundo morto de Canos (descoberto por Joaquin Canos em 2175) é usado como depósito de abastecimentos devido à sua proximidade das rotas de comércio. Acaba-se por descobrir que este mundo é completamente atravessado por túneis feitos por seres inteligentes que comunicam através de uma série de cliques, qeu se chaman os Tktkttkkkts. Os humanos chamam-lhes arbustos do deserto, pois é com estes que eles se parecem, até que um movimento de politicamente correcto os baptiza de Canosianos, em homenagem ao engenheiro humano de 2ª categoria que primeiro colocou o pé no planeta.

2290 – Os Zoallans começam a sentir-se incomodados com a poluição cultural humana. O planeta dos Zoallans começou a transmitir televisão comercial!!

2300 – A politica de “um planeta um voto” para a República favorece grandemente os humanos que têm vários mundos colonizados. Os Tentacs reclamam o estatuto de colónia a uma centena de luas e asteróides em que simplesmentam colocaram uma bandeira, numa tentativa de aumentarem o seu número de votos no Senado. Chega-se a um acordo de compromisso, e que um mundo tem de ter um certo número de habitantes (o número de Volkev) para poder ter direito a um senador que o represente. Os mundos que estejam abaixo deste número podem-se juntar de forma a obter a sua representação colectiva. Mesmo assim este sistema ainda favorece os humanos. A admissão de novas culturas ao Senado, será decidido por voto do Senado da República Galactica.

2310 – O sistema binário em que se situa o mundo dos Silicoides é explorado. Fica mais perto do que o mundo dos Tentacs mas nunca se lhe ligou importância por causa da sua óbvia incapacidade para suster vida. Os Silicóides juntam-se à República Universal.

2350 – Fartos do imperialismo cultural dos humanos, vários planetas declaram a sua retirada da república. A resistencia começa. Dão-se os primeiros passos da Guerra Civil Galactica.

Battlestations, publicado pela Gorilla Games (http://battlestations.info/) em 2004 dos autores Jeff Siadek e Jason Siadek, é um jogo que melhor se pode descrever como um RPG do Espaço convertido em Jogo de Tabuleiro. Cada jogador controla uma personagem definida por características, habilidades, armas, artigos que transporta e sabe, ou não, usar. Por sua vez estas personagens controlam uma nave espacial em missões por esse Universo fora.

Este Universo, como se pode verificar pelo exemplo acima, está imaginado desde o inicio com um estilo de cartoon, com uma boa e sólida base de evolução até ao presente, mas no qual, o caricato das personagens e das situações é acentuado sempre que possível. Exemplo disso é a ênfase dado à estranha espécie que a Humanidade é: a única com, unicamente, 2 pés e 2 mãos!!! Ao mesmo tempo que apresenta a espécie Humana como das mais cínicas e imperialistas, sendo esta visão um pouco diferente do estereotipo normalmente apresentado em jogos, ou noutros media. Todas as restantes espécies têm fisionomias estranhas e fundamentadas. E pode-se jogar na pele de qualquer ser alienígena!

O livro de regras com as suas mais de 100 páginas poderá parecer excessivo mas na realidade quase metade é composto da descrição das missões. A melhor forma de o digerir é dar-lhe uma passagem e saltar para a acção, uma vez que se torna mais fácil no decorrer de um jogo ir-se adaptando ao estilo e usando as diversas regras. É essencial que o jogador que controla os maus da fita tenha uma boa percepção das regras, pois este será o jogador que todos os outros terão de se juntar para derrotar as suas terríveis maquinações.

E é nos combates entre naves e nas abordagens ou assaltos a outras naves ou estações espaciais que o jogo brilha, com a sua possibilidade de adaptação que os jogadores são necessariamente convidados a usar, e abusar, de forma a levarem as suas missões até ao fim. A esta faceta junta-se ainda a possibilidade de ao encandear missões e usando-se os mesmos personagens, que estes ganhem experiência e prestigio, evoluindo e tornando-se cada vez mais capazes de completar tarefas previamente inacessíveis, criando-se assim uma campanha que só depende dos mesmos para ver o seu fim. Até as naves que os heróis possuem podem ser actualizadas e expandidas, ou trocadas por outras de maiores capacidades, tudo isto utilizando-se um engenhoso sistema modular, em que cada módulo representa uma secção especifica da nave, seja a sala de motores, o hangar, a área com os módulos criogénicos ou a sala de controlo do canhão espacial (tipo Millenium Falcon).

Assim o jogo compõe-se de duas facetas distintas mas complementares, que se balançam muito bem, entre a gestão individual de cada personagem e as batalhas entre naves. Os jogadores podem escolher jogar em equipa ou, arranjando cada um a sua nave (faca nas costas também é uma táctica válida!), competirem entre si para derrotarem os vilões.
Para quem nunca jogou um RPG e se quer iniciar de uma forma indolor, ou mesmo para os veteranos, Battlestations tem todas as opções necessárias e compete ao grupo de jogadores explorarem-no e adaptarem-no à forma que melhor os faça passar uma boa tarde, ou uma grande noitada.

Boas viagens,

Manuel Pombeiro
aka Firepigeon
LUDO ERGO SUM
1 
 Thumb up
 tip
 Hide
  • [+] Dice rolls
United States
Unspecified
flag msg tools
mbmbmbmbmb
Translation, please?
 
 Thumb up
 tip
 Hide
  • [+] Dice rolls
Byron Gehrig
United States
East Dundee
Illinois
flag msg tools
This is the raw translation from Babelfish - by the way, I could not think of a more suitable game to use the Bablefish website for translation - it fits so perfectly with the theme!

CHRONOLOGY

2106 - Finally all the race human being is joined under the same flag of the United States of the Land, when the United States of America annex European the Económica Union. It is guaranteed to each attached country the previlégios of member by operation of law, creating thus the precedent for the posterior Universal Republic.

2111 - The manned space flights are abandoned, for being considered too much dangerous.

2122 - The technology is developed that allows to capture in one instant all the complexity of the net of neurónios (vulgo, the brain) for the Dr.Lindstrom. This process is used theoretically to create clones with an integral copy of the mind of the clonado citizen. Proper Lindstrom clona it itself during the experiences. Inexplicably clones is not become active. In a tragic irony of the destination, the Dr.Lindstrom (the man that would go to live forever) enters in bankruptcy and commits suicide.

2122 - Some weeks after the death of Lindstrom a court order is passed so that if it disconnect and it disarranges its laboratory. Workers had discovered then that clone of the Dr. had died in its container of incubation. What he seems, he had waked up in the instant where the same he committed suicide himself.

2122 - Diverse theories are presented, but most consistent they have as common point considering that the only nature of the soul human being is the reason that hinders that it cannot exist more than at the same time what a copy of the same person. Some religions are gotten rid in fanicos. Other religions enter in wars; 5ª is initiated Crossed it.

2122 - The clonagem technology (also called reincarnation) is invented. Of beginning alone the very very rich ones are they could pay that it. As the price started to go down, some parties had started to place limits to the reincarnation from fear a population explosion. But who had important professions of risk or positions are that he was allowed to clonar. The right of clonagem to the convictos criminals was denied.

2127 - (finally it was changed of year) Of leached ashes of the 5ªCruzada one the new Animismo religion is born. Main its premisa is the sanctity of the soul.

2133 - Free of the fear of the death, the exploration of the space for the human beings recommences.

2146 - Ships human beings start the process of terraformação of Jupiter Mars and moons.

2157 - Engines that allow to travel more fast than the light (FTL) are invented in a University in Sudan. The human beings start to launch themselves with a great impetus in the discovery of the Space. The ships human beings are constructed with missiles and cannons of energy on board, because we saw in peace but we are prepared for any thing. Engines FTL reduce the distances between stars of decades the months.

2170 - New worlds are discovered and colónias human beings start to blossom.

2234 - The human beings cross clouds of Tentac and discover the world of the Tentacs. Tentac science is extremely advanced in relation to the human being (except for the small lapse that had never flied and never they had looked at stops beyond the cloud layer that has covered its world). Parabola exists small of Tentacs that says that when the human beings had appeared, half of the Tentacs had been turned toward the other half and had said “Therefore… finds that you had reason.”

2234 - The human beings invite the Tentacs to create an alliance that will be known with the Galactic Republic. The Tentacs agrees, mainly because it has penalty of the human beings. As fundamental rock of its foundation the Galactic Republic has as base the allotment of all the knowledge.

2235 - One uncovers that the Tentacs (and of fact, all the intelligent life) is clonáveis. The Tentacs is not very made an impression with this technology.

2240 - The science of the Tentacs obtains to perfect engines FTL (creating the hipermotores) that they reduce in some orders of magnitude the necessary time to the space trips. The trip in the space as we know today, is born.

2248 - The terraformação in the Solar System practicamente is abandoned a time that is more easy to discover ready planets to colonize of what to continue projectos of terraformação that centuries will last to conclude. Colónia thus unfinished is imprisoned easy of pirates and is saquedas.

2257 - The world of the Xeloxs is discovered. The Xeloxs Galactic Republic is joined it. The Xeloxs starts “an aggressive” program of settling (coff coff).

2260 - The world of the Zoallans is discovered. Zoallan Queen joins it the Galactic Republic.

2265 - The warlike code of the Xeloxs, now engrandecido for the technology of clonagem and spectacular the new space weapons, leads to the first one of “amused” wars. The wars are fought with resource only the ships superfulas, and with clonados members of the crew. He is expensive but that great entertainment that these wars are! The Tentacs officially does not integrate these wars, but many Tentacs citizens vendem its services as mercenary.

2285 - The world dead of Pipes (discovered for Joaquin Pipes in 2175) is used as deposit of abastecimentos due to its proximity of the commerce routes. It is finished for discovering that this world completely is crossed by tunnels made for intelligent beings that communicate through a series of clicks, qeu if chaman the Tktkttkkkts. The human beings call shrubs to them the desert, therefore he is that they look like themselves, until a movement of politically correcto baptiza of Canosianos, in homage to the human engineer of 2ª category that first placed the foot in the planet.

2290 - The Zoallans starts to feel itself bothered with the cultural pollution human being. The planet of the Zoallans started to transmit television commercial!

2300 - The politics of “a planet a vote” for the Republic greatly favors the human beings who have some colonized worlds. The Tentacs complains the statute of colónia to a hundred of moons and asteroids where they simplesmentam had placed a flag, in an attempt to increase its number of votes in the Senate. It is arrived a commitment agreement, and that a world has to have a certain number of inhabitants (the number of Volkev) to be able to have right to a senator represents who it. The worlds that are below of this number can be joined of form to get its collective representation. Exactly thus this system still favors the human beings. The admission of new cultures to the Senate, will be determined for vote of the Senate of the Galactic Republic.

2310 - The binary system where if it points out the world of the Silicoides is explored. It is more close to what the world them Tentacs but never if bound importance to it because of its obvious incapacity to suster life. The Silicóides the Universal Republic is joined it.

2350 - Satiated of the cultural imperialism of the human beings, some planets declare its withdrawal of the republic. The resistance starts. The first steps of the Galactic Civil War are given.

Battlestations, published for the Gorilla Games (http://battlestations.info/) in 2004 of authors Jeff Siadek and Jason Siadek, is a game that better if can describe as a RPG of the Space converted into Tray Game. Each player controls a personage defined for characteristics, abilities, weapons, articles that he carries and he knows, or not, to use. In turn these personages control a spaceship in missions for this Universe are.

This Universe, as if it can verify above for the example, is imagined since the beginning with a style of cartoon, with a good and solid base of evolution until the present o, but in which, the caricato of the personages and the situations is accented whenever possible. Example of this is the emphasis given to the stranger species that the Humanity is: the only one with, solely, 2 feet and 2 hands! At the same time that it presents the species Human being as of most cynical and imperialistas, being this different vision short while of estereotipo normally presented in games, or others it measured. All the remaining species have strange and based fisionomias. E can be played in the skin of any foreign being!

The book of rules with its more than 100 pages will be able to seem extreme but in the reality almost half is composed of the description of the missions. The best form of digesting is to give a ticket to it and to jump for the share, a time that if becomes more easy in elapsing of a game to go itself adaptando to the style and using the diverse rules. It is essential that the player who controls the bad ones of the ribbon has a good perception of the rules, therefore this will be the player who all the others will have of if joining to defeat its terrible maquinações.

E is in the combats between ships and the space boardings or assaults to other ships or stations that the game shines, with its possibility of adaptation that the players necessarily are invited to use, and to abuse, of form to take its missions until the o end. To this faceta still joins the possibility of the o to encandear missions and using the same personages, who these gain experience and sanction, evolving and becoming each time capable to complete previously inaccessible tasks, creating thus a campaign that only depends on the same ones to see its end. Until the ships that the heroes possess can be actualizadas and expanded, or changed for others of bigger capacities, everything this using an ingenious modular system, where each module represents a section specifies of the ship, either the room of engines, the hangar, the area with the criogénicos modules or the room of control of the space cannon (type Millenium Falcon).

Thus the game is composed in two facetas distinct but complementary, that they balance themselves very well, it enters the individual management of each personage and the battles between ships. The players can choose to play in equip or, arranging each one its ship (knife in the coasts also is a valid táctica), to compete between itself to defeat the villains.
For who never a RPG played and if it wants to initiate of a form painless, or same for the veterans, Battlestations has all the necessary options and competes to the group of players exploring it and adaptarem it the form that makes better them to pass a good afternoon, or a great one noitada.

Good trips,

Manuel Pombeiro
aka Firepigeon
LUDO I RAISE SUM
 
 Thumb up
 tip
 Hide
  • [+] Dice rolls
Miguel Marques
Portugal
Lisboa
flag msg tools
Translations porquê? hi hi Parabéns pelo post.
 
 Thumb up
 tip
 Hide
  • [+] Dice rolls
Front Page | Welcome | Contact | Privacy Policy | Terms of Service | Advertise | Support BGG | Feeds RSS
Geekdo, BoardGameGeek, the Geekdo logo, and the BoardGameGeek logo are trademarks of BoardGameGeek, LLC.