GeekGold Bonus for All Supporters at year's end: 1000!
10,405 Supporters
$15 min for supporter badge & GeekGold bonus
14 Days Left

Support:

Recommend
3 
 Thumb up
 Hide
1 Posts

The Swarm» Forums » Reviews

Subject: The Swarm - o jogo sobre um fenômeno sinistro em alto mar rss

Your Tags: Add tags
Popular Tags: [View All]
Felipe Betschart
Brazil
Atibaia
Sao Paulo
flag msg tools
mbmbmbmbmb
Um fenômeno marítimo pra lá de sinistro é o tema do The Swarm, jogo de Wolfgang Kramer e Michael Kisling, baseado no livro de ficção do mesmo nome, do escritor alemão Frank Schätzing. Os jogadores fazem o papel de pesquisadores de diferentes nações, que se aventuram pelo mar para investigar uma estranha infestação biológica (um tipo de "verme" marítimo) que está desequilibrando a vida no fundo do mar e, inclusive, matando pessoas e até mesmo ameaçando a civilização humana.

À disposição estão navios que avançam pelas águas nada calmas para coletar amostras. Conforme vão se embrenhando no mar, perigos os aguardam. As baleias estão com comportamento estranho, atacando embarcações. Se isso não bastasse, surgem frequentes tsunamis, ocasionados pela instabilidade da vida marítima provocada por amebas muito doidonas que desestabilizam o 'hidrometano' - quem lê pensa que sou expert em biologia e química. Hehe.

Achei genial a implementação do tema. Os jogadores fazem suas ações baseados nos pontos de pesquisa. Na borda do tabuleiro há um track que marca esses pontos. Com eles, os jogadores compram cartas de ação, que podem ser mais baratas ou mais caras dependendo de sua posição na fila (pool) formada do lado de fora do tabuleiro. Escolher bem as cartas, de acordo com a composição do tabuleiro no momento, é muito importante. "Vale a pena comprar, neste turno, uma carta mais cara para ter o benefício 'x' ou é melhor o benefício 'y'?" - esse tipo de reflexão é importante na fase de escolha das cartas, pois uma 'carta de tsunami', por exemplo, poderá ajudar um jogador a atrapalhar a expedição do adversário, assim como uma 'carta de pesquisa' pode fazer com que o jogador chegue ao "epicentro" da infestação marítima, o que lhe dará mais pontos no final do turno.

O turno é dividido em duas fases: a de escolha das cartas de ação e a de execução das mesmas. Tudo isso acontece obedecendo uma ordem de turno. Por isso, às vezes pode ser importante comprar a 'carta de turno', que lhe dá o direito de escolher qual posição você quer ficar no track da ordem de turnos.

O jogo de dois jogadores dura quatro turnos. Com três ou quatro jogadores são três turnos. Eu só joguei uma vez, sozinho, simulando uma partida de dois jogadores, para aprender as regras. Posso dizer que The Swarm tem um tempo de duração bem adequado ao que se propõe. Segundo a caixa do jogo, é de aproximadamente 75 minutos.

Achei o tema muito legal e a mecânica bem implementada. É um misto de administração de cartas, colocação de tiles (peças) e construção de rota. Há boa interação entre os jogadores, que podem acionar ataques de baleias e tsunamis pra cima dos barcos dos adversários. Além disso, dá pra lançar ataques de caranguejos (tóxicos?) nos laboratórios de pesquisa alheios. Essas ações de ataque tiram pontos de pesquisa do adversário e aumentam os pontos de pesquisa próprios, ou seja, são uma sacanagem sem tamanho. Hehe.

É um jogo de estratégia sem muitas complicações, sem ser "family game". Recomendo tanto para gamers quanto para não-gamers. Quem leva bastante em conta os temas nos jogos, vai se deliciar. Se, além disso, curtir esse papo de instabilidade biológica e pesquisas em alto mar, então... Vai amar!

Para finalizar, o link da Wikipedia sobre o livro Der Schwarm, de Frank Schätzing: http://en.wikipedia.org/wiki/The_Swarm_(novel).
3 
 Thumb up
 tip
 Hide
  • [+] Dice rolls
Front Page | Welcome | Contact | Privacy Policy | Terms of Service | Advertise | Support BGG | Feeds RSS
Geekdo, BoardGameGeek, the Geekdo logo, and the BoardGameGeek logo are trademarks of BoardGameGeek, LLC.